Indicadores Técnicos: Bandas de Bollinger e Médias Móveis

Por
melver
21/05/2024 09h00Atualizado: 06/06/2024 14h26

Na análise técnica o uso de indicadores é muito comum sendo as bandas de Bollinger um dos mais usados. Mas, afinal, o que é um indicador?

Um indicador é uma série de dados calculados (derivados) a partir de outra série que pode ser formada por volume, contratos em aberto, preços de abertura, máxima, mínima e fechamento ou qualquer combinação desses valores.

Por exemplo, alguns indicadores usam apenas os dados de fechamento (como as médias móveis), outros usam máximas e mínimas (como canais de Donchian) e outros usam o volume como fator de ponderação para médias.

Primeiramente, é importante destacar que o uso de fórmulas matemáticas nos permite construir indicadores tão simples como as médias móveis ou mais complexos como o estocástico. De qualquer forma, os indicadores nos fornecem algum entendimento sobre a força e a direção dos preços.

Existem basicamente dois tipos de indicadores.

  • Os osciladores, cujos valores ficam limitados a alguma faixa de variação. Eles nos ajudam a identificar regiões chamadas de sobrecompra e sobrevenda, que discutiremos mais adiante;
  • Os indicadores que não possuem uma faixa de variação nos fornecem sinais de compra ou de venda, bem como a força ou fraqueza da movimentação de preços. Porém, esses indicadores são diferentes na forma de calculá-los.

Médias Móveis

Começaremos com as médias móveis. Elas fazem parte dos chamados indicadores atrasados. Como o próprio nome sugere, esses indicadores possuem um atraso em relação aos sinais dados pelos preços. Construímos tais indicadores para eles fornecerem um ponto de entrada para o investidor e manterem esse investidor na operação durante toda a duração de uma tendência. Logo, em mercados laterais, tais indicadores costumam apresentar muitos sinais falsos.

Uma das principais vantagens dos indicadores atrasados é que quanto maior a tendência, menor será a quantidade de sinais que eles fornecem. Já a desvantagem fica por conta que perdemos uma parte do movimento tanto na entrada quanto na saída.

Dentre os indicadores atrasados, temos as médias móveis (simples, exponencial e ponderada). Uma média móvel acompanha o preço “à distância”. Discutiremos as médias móveis a seguir.

Médias Móveis Simples

As médias móveis suavizam os movimentos de preços eliminando, assim, os ruídos causados pela volatilidade. Um dos primeiros indicadores criados foi a Média Móvel Simples (MMS). Esse indicador já é nosso conhecido desde os tempos de escola primária. De fato, para se calcular sua média anual, você somava todas as notas bimestrais e dividia o resultado por 4.

O indicador de média móvel simples segue a mesma lógica. O investidor define o período para o cálculo da média que usa a seguinte expressão:

\[Média={{F[1]+F[2]+\cdots+F[N-1]+F[N]}\over{n}}\]

Em que:

  • \(F[i]\) é o preço de fechamento do período \(i\), sendo \(F[1]\) o fechamento mais recente, \(F[2]\) o anterior e \(F[n]\) o fechamento de  pregões atrás.
  • \(n\) é o número de períodos escolhido pelo investidor para o cálculo da média.

Exemplo:

Suponha que os últimos preços de fechamento foram:

7,28     7,19     7,10     7,12     7,31     7,41     7,52

Considere que o período para o cálculo da média seja de 5 pregões. Podemos calcular a primeira média com os preços dos primeiros 5 pregões como segue:

\[Média={{7,28+7,19+7,10+7,12+7,31}\over{5}}=7,20\]

Para o cálculo da segunda média, excluímos o primeiro preço de fechamento (7,28) e incluímos o primeiro preço que ficou fora na nossa lista (7,41). Assim, temos:

\[Média={{7,19+7,10+7,12+7,31+7,41}\over{5}}=7,23\]

Continuando com o processo, excluindo o primeiro preço usado no cálculo (7,19) e incluindo o próximo que ficou fora da lista (7,52), chegamos a:

\[Média={{7,10+7,12+7,31+7,41+7,52}\over{5}}=7,29\]

O procedimento acima se repete para os preços mais antigos. Uma linha ligando os pontos é desenhada juntamente com o gráfico.

Média móvel simples

Figura – Exemplo de média móvel simples

Bandas de Bollinger

Agora que você conhece as médias, um outro indicador muito utilizado são as bandas de Bollinger. Jhon Bollinger é um analista que possui certificações internacionais CFA e CMT, sendo o criador do indicador que leva seu nome.

A construção do indicador é uma variação do que já ocorre com as médias móveis. No caso, uma média móvel simples para N períodos é calculada. Em seguida, o desvio padrão dos preços de fechamento em relação à média também é calculado. Por fim, três linhas são plotadas (desenhadas) junto ao gráfico: a primeira delas sendo a própria média; a segunda e a terceira são a própria média deslocada, respectivamente, para cima e para baixo por dois desvios padrão cada.

É comum o uso de uma média de 20 períodos e um deslocamento de 2 desvios padrão.

Bandas de Bollinger

Figura – Bandas de Bollinger

A Figura ilustra a média móvel de 21 períodos (linha vermelha) e as bandas de Bollinger (linhas pretas) desenhadas com 2 desvios padrão.

Usando as bandas de Bollinger

Muitos investidores costumam usar as bandas de Bollinger para operar no mercado financeiro, pois elas fornecem intervalos para oscilação do preço, ao mesmo tempo que mostra como está a volatilidade do mercado.

Quando as bandas estão se estreitando, a volatilidade do mercado está diminuindo. Por outro lado, quando as bandas estão se distanciando, a volatilidade do mercado está aumentando.

Nos momentos em que a volatilidade diminui, o investidor poderá avaliar uma entrada por meio do uso de opções. Nesse caso, o investidor poderia usar, por exemplo:

  • call, se acredita em uma alta forte do preço.
  • call spread, se acredita em uma alta moderada.
  • put, se acredita em uma queda forte de preços.
  • put spread, se acredita em uma queda moderada de preços.

Do mesmo modo, um aumento de volatilidade poderá fornecer uma oportunidade para usar, por exemplo, uma das estratégias a seguir:

Resumo

Existem muitos indicadores investidores de análise técnica utilizam. Um dos mais simples e eficazes é conhecido como bandas de Bollinger.

Ficou em dúvida? Entre em contato conosco.


WhatsApp Opções PRO

As bandas de Bollinger consistem em uma média móvel central e duas outras linhas que estão a dois desvios padrão para cima e dois desvios padrão para baixo da média móvel central.


Compartilhe:
® Todos os direitos reservados à Opções PRO.Termos e Políticas