Zeragem do risco: proteção para investidores

Por
melver
22/05/2024 09h00Atualizado: 06/06/2024 14h18

A zeragem do risco é uma prática importante e amplamente adotada pelas corretoras no mercado financeiro. Ela desempenha um papel fundamental na proteção dos investidores, das corretoras e do mercado como um todo. Esta medida visa evitar que os clientes acumulem dívidas excessivas decorrentes de operações realizadas. Vamos explorar o conceito de zeragem do risco, como ela funciona e sua importância para o mercado financeiro.

O que é zeragem do risco?

Em essência, a zeragem do risco é uma medida de segurança adotada pelas corretoras para garantir que os investidores não incorram em perdas substanciais que possam exceder seu capital investido. Quando um investidor realiza uma operação de compra de uma ação, por exemplo, o máximo que ele pode perder é o dinheiro que ele investiu na operação.

Por outro lado, quando o investidor faz uma venda descoberta de ações ou uma venda descoberta de calls, além disso, outro problema que pode acontecer é o uso indevido de alavancagem, que pode exigir um capital muito elevado.

Em todos os exemplos, o prejuízo do investidor pode se tornar impagável. Para evitar essas situações, as corretoras efetuam a zeragem por risco.

Como a zeragem do risco funciona?

A forma como a zeragem do risco é implementada pode variar entre as corretoras, mas normalmente envolve o estabelecimento de margens de segurança e níveis de chamada de margem. Se o valor da carteira de um cliente cair abaixo de um limite definido pela corretora, ele poderá ser obrigado a depositar mais recursos para cobrir o déficit ou, em casos mais extremos, a corretora pode liquidar (zerar) automaticamente as posições do cliente para cobrir suas perdas.

É fundamental que os investidores compreendam as políticas de zeragem do risco de sua corretora e estejam cientes dos riscos associados à negociação que podem exigir margem, bem como as operações de venda a descoberto. As regras e práticas específicas podem variar de uma corretora para outra. Portanto, a leitura e o entendimento dos termos e das condições antes de iniciar qualquer negociação é muito importante.

Por que existe a zeragem do risco?

Imagine que um investidor decidiu realizar uma venda descoberta e que você foi o comprador das ações. Claramente, você vai querer receber as ações que comprou. Mas e se o investidor que vendeu não tiver capital suficiente para comprar as ações que precisa lhe entregar?

Para evitar esse tipo de problema, a bolsa e a corretora exigem que o investidor tenha recursos (dinheiro ou outros investimentos) suficientes para efetuar a compra das ações que ele se comprometeu a vender para você.

Porém, se as ações continuarem subindo e, consequentemente o prejuízo do investidor continuar aumentando, a corretora tem o direito de vender todos os ativos do investidor para evitar que ele não tenha condições de pagar pelos prejuízos.

Resumo 

Como você viu, a zeragem do risco é de grande importância para evitar que situações extremas ou mesmo que investidores mal-intencionados gerem prejuízos impagáveis.

Cada corretora tem regras próprias de zeragem do risco.  Por isso, é muito importante que você leia o regulamento da sua corretora.

Ficou em dúvida? Entre em contato conosco.

WhatsApp Opções PRO

Esperamos que você tenha gostado desse artigo. Continue conosco para mais conteúdo de qualidade.


Compartilhe:
® Todos os direitos reservados à Opções PRO.Termos e Políticas